A Masterização Atual no Mundo Globalizado.

É impossível falar de globalização sem falar da internet que, a cada minuto, nos proporciona uma viagem sem sair do lugar. Dentro da rede conhecemos novas culturas, podemos fazer novas amizades com pessoas que moram a horas de distância e cada vez mais, a partir dela, podemos trabalhar com artistas, eng. de mixagem e masterização e produções de toda parte do mundo..

Antes da internet, masterizar um projeto em outro País era uma aventura muito cara e demorada e caso você não pudesse pegar um avião para acompanhar o processo levando em baixo dos braços as suas músicas finalizadas em mídias físicas, como os tapes analógicos de 1/2 polegada ou DATs, era necessário enviar esse material por Fedex e receber uma prova da Master em CD também por Fedex e isso levava tempo com um alto custo.

Esse processo começou a mudar no inicio dos anos 2000, com o aumento significativo da velocidade das bandas largas de conexão, que permitiu o envio e recebimento das mixagens on line, que passaram a ser em arquivo digital (WAV 44/48/96K 16.24Bits), formato esse que substituiu os tapes analógicos e os DATS.

A Stering Sound, estúdio de masterização localizado em Nova York, uma das pioneiras nesse novo mercado, percebeu que poderia atender artistas do mundo todo e desenvolveu e aperfeiçou o sistema de eMaster assim como o Estudio Abbey Road em Londres, usando o seu STAFF técnico e sua ampla discografia para atrair clientes do mundo inteiro.

Os anos foram passando e muitos profissionais de masterização seguiram a Sterling montando os seus proprios estúdios de masterização e passaram a oferecer os seus serviços online a um preço acessível com rapidez e chegamos ao momento atual.

Masterizar o seu projeto com o eng. que masterizou o disco da sua banda preferida se ficou viável, e essa é a parte mais legal do mercado de masterização globalizado, a escolha do engenheiro de masterização especializado em um determinado estilo, independente do local que ele está.

O produtor do Ivan Lins, Marco Britto, fez um projeto de música eletrônica e encontrou um especialista nesse estilo, o engenheiro de Masterização Luca Petrolessi, localizado em Las Vegas.

No caminho inverso, o produtor americano especializado em salsa Richie Perez, resolveu masterizar aqui no Brasil na Classic Master em São Paulo, um projeto de salsa, pois queria um som mais brasileiro próximo ao Samba Rock.

Isso mostra bem como há espaço para todos os profissionais, desde que tenham um perfil diferenciado, um estilo bem definido e um sistema de atendimento on line, que possa atrair clientes de qualquer parte do mundo.

Um outro aspecto do mercado online de masterização, é o que aconteceu com o eng. de masterização Vlado Meller (Placebo, Red Hot Chilli Peppers). Ele resolveu deixar a cidade de Nova York, local do estúdio de Masterização da Sony onde trabalhou por 38 anos e montar seu estúdio pessoal em Charleston, uma pequena e tranquila cidade americana para ficar mais perto da sua familia. (sua filha foi cursar a faculdade nesta cidade) ou seja, você pode morar em qualquer lugar e continuar oferecendo o seu trabalho a seus clientes.

Como estamos falando do mundo globalizado, eu convidei vários artistas, produtores e e engenheiros de mixagem de vários lugares do mundo para participar virtualmente dando o seu depoimento e contando como eles escolheram os seus eng. de masterização para finalizar o seu projeto.

Eles estão todos aqui:

https://www.youtube.com/playlist?lis…NLt0j-JGFX3vFi

O mundo globalizado de masterização esta solidificado e é altamente competitivo, tanto em preço quanto em qualidade dos profissionais de masterização, porém com milhares de clientes espalhados pelo mundo, buscar o eng. ideal para finalizar o seu projeto ficou bem mais fácil.

GLENDA GIRALDI
Atendimento e Marketing

Glenda Giraldi Soila, graduada em produção fonográfica e pós graduada em Music Business pela Universidade Anhembi Morumbi (Sao Paulo, Brasil) e formada em Pro Tools pela Avid Brasil.

Trabalhou como técnica de audio no Teatro da Rotina, por onde passaram grandes nomes da música independente, como Na Ozzetti e Ceumar.

Atualmente cuida das relações públicas da Classic Master Brasil, onde já participou de projetos como Ivete Sangalo, Victor e Leo, Lenine e Chico César e foi responsável por todo o acervo de áudio desde a fundação do estudio.

CARINA RENÓ
Assistente de Masterização (Classic Master Brasil)

Graduada em Propaganda & Marketing pela UNIP e com formação em Produção de Áudio na Academia de Áudio OMID, atualmente cursa Educomunicação na ECA-USP.

Atuou por 7 anos, na produtora Trilha Original Estúdio, adquirindo experiência com produção de áudio para publicidade, teatro, cinema e tv, atendendo programas como Instrumental Sesc Brasil, Super Libris e Sala de Cinema, longas-metragens como Florbela e O Amuleto e espetáculos das cias de teatro Le Plat Du Jour e Pia Fraus.

Desde 2015 é parte da Classic Master nas áreas de atendimento e como assistente do engenheiro de masterização Carlos Freitas colaborou com projetos como Chico César – Estado de Poesia Ao Vivo, Ivete Sangalo – ao Vivo Em Trancoso, Lenine – Em Trânsito, 5 a Seco – Síntese, Banda Mais Bonita Da Cidade – De Cima do Mundo Eu Vi O Tempo, Maria Beraldo – Cavala, Pato Fu – Música de Brinquedo 2, Clara Castro – Caostrofobia, Julia Branco – Soltar Os Cavalos, Paulinho Moska – Beleza e Medo, Cólera – Acorde! Acorde! Acorde!, Luiz Melodia – Zerima e João Bosco – Mano Que Zuera.

NATALIA HERRERA
Ass. de Masterização (Classic Master Latino América)

Natalia Bohórquez Herrera, formada em produção musical e fonográfica da Universidade Anhembi Morumbi (Sao Paulo, Brasil), e como DJ e Produtora pela escola DNA Music (Bogotá, Colombia),  complementou seus estudos na área de Masterização na Berklee School of Music.

Na sua carreira tem trabalhado como assistente de edição e mastering em projetos de artistas nacionais e internacionais, como Carlinhos Brown, Ivete Sangalo, Djavan, Paralamas do Sucesso, Barbatuques, Arnaldo Antunes, Jota-Quest, Lenine, Richard Lane, Buendia, Angela Cervantes, Marinah, entre outros.

Radicada atualmente na cidade de Bogotá, continua trabalhando como assistente de masterização da Classic Master SP e  é representante oficial para Classic Master Latinoamérica.

CARINA RENÓ
Assistente de Masterização
CARLOS FREITAS
Engenheiro de Masterização

Carlos Freitas é engenheiro de áudio há 33 anos e proprietário do estúdio de masterização Classic Master localizado em São Paulo.

Estudou na Berklee School of Music e na Faculdade Casper Líbero. Ao longo de sua carreira trabalhou com grandes artistas nacionais e internacionais, tais como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Toquinho, Tom Jobim, Milton Nascimento, João Gilberto, Roberto Carlos, Djavan, Ed Mota, Marisa Monte, Carlinhos Brown, Arnaldo Antunes, Luciana Souza, Céu, Ivete Sangalo, J-Quest, Titãs, Ira!, RPM, Paralamas do Sucesso, Lulu Santos, Zélia Duncan, Maria Rita, Lenine, Aline Barros, Bon Jovi, Alice in Chains, Seal, Prince, Guns n Roses, Simple Red, George Michael, Filarmonicas de NY , Leningrado, Moscou e Israel, OSESP entre tantos outros nomes.

Em 2016, participou das Olimpiadas do Rio de Janeiro masterizando todo o áudio utilizado na cerimónia de encerramento para a transmissão em televisão e também para a apresentação no Maracanã.

Possui 8 indicações ao Grammy Latino na categoria “Engenharia de Audio” nos anos de 2006, 2009, 2011, 2012, 2013 e 2016 e diversos trabalhos indicados e premiados pelo Grammy e Grammy Latino e, nos anos de 2000, 2002 e 2011, recebeu o prêmio PA promovido por Otavio Brito de “Melhor Profissional de Masterização” e em 2016 e 2017, recebeu o prêmio “Profissionais da Música” na categoria melhor engenheiro de masterização.